Home » Curiosidades » Desafiando a lei de Einstein

Desafiando a lei de Einstein

Os enigmas intergalácticos perduram a nossa existência e ainda com cada novo estudo, é possível mudar completamente o modo de pensar em relação o universo.

É preciso que acompanhemos para entendermos o processo, inclusive novidades como um misterioso buraco negro que foi descoberto no coração de uma galáxia espiral. De acordo com a teoria da relatividade de Einstein, não seria possível que um buraco negro supermassivo tivesse um disco de matéria ao seu redor. Pesa aproximadamente 250 milhões de vezes mais do que o sol, contido na galáxia NGC 3147, a cerca de 130 milhões de anos-luz de distância na constelação de Draco, logo esse buraco negro desafia a Lei de Einstein.

Oferecendo uma oportunidade única para testar as teorias, o disco material, que circunda o buraco negro.  O mesmo está tão profundo incrustado no intenso campo gravitacional que a luz emitida pelo disco de gás é modificada.  De acordo com a teoria de Einstein, proporcionou aos astrônomos uma visão única dos processos dinâmicos em funcionamento próximos a o buraco negro.

Usando um instrumento de espectrógrafo de imagem, tipo um telescópio espacial, onde divide a luz de um objetivo em seus muitos comprimentos de onda individuais, assim pode-se determinar a velocidade, a temperatura e outras características do objeto, o telescópio também observou que o mesmo girava em torno do buraco negro a mais de 10% da velocidade da luz.

De fato é nítido que o buraco negro descoberto vem desafiando a lei de Einstein, de acordo com membro da equipe Marco Chiaberge, nunca viram os efeitos da relatividade geral e espacial na luz visível com tanta clareza.

Fonte: fatosdesconhecidos.com.br

, , , ,
ads 2